cc carlos Mendonça

Nordeste celebra 503º aniversário

O concelho do Nordeste celebrou a 17 de julho o quingentésimo terceiro aniversário com uma sessão solene na Praça da República.

“Este dia merece ser assinalado e festejado por todos nós. Hoje, onde houver um nordestense, merece da nossa parte uma reflexão do que somos e do que conseguimos ao longo destes 503 anos para o nosso concelho e para as nossas gentes”, começou por referir o presidente da Câmara Municipal do Nordeste.

Carlos Mendonça aproveitou a ocasião para fazer um balanço destes últimos quatro anos, lembrando os compromissos alcançados, relacionados com a área social, englobando jovens e idosos, mas também na redução da dívida do município, nos protocolos estabelecidos com as juntas de freguesia, na redução do prazo médio do pagamento a fornecedores (de 5 anos para 5 dias), na redução do IMI e no aproveitamento de fundos comunitários.

O presidente da Câmara Municipal do Nordeste endereçou uma palavra de apreço à diáspora que por esta altura visita o concelho. “Espero que levem no coração e transmitam além-fronteiras o que é a atualidade nordestense, e, àqueles que nos acompanham de longe, espero que sintam dentro dos vossos corações as emoções que este concelho proporciona. Peço-vos que continuem todos a fazer esforços pelo nosso Nordeste”, disse.

“Hoje, o Nordeste é um concelho com boas acessibilidades, dotado de boas infraestruturas, com uma imagem bastante positiva. Um concelho onde investidores de fora das fronteiras concelhias e de fora dos Açores apostam”, salientou Carlos Mendonça, acrescentando que através do trabalho do atual executivo o Nordeste tornou-se “um concelho de referência e de sucesso”.

Para o autarca, o Nordeste “não está em condições para experiências no que diz respeito a novas políticas de gestão autárquica”, disse. “Sentimos que o Nordeste está melhor hoje do que aquilo que era quando celebrou 500 anos. No entanto, sentimos que é necessário trabalhar ainda mais, atingir novas metas, aumentar ainda mais o grau de exigência, arranjar novas soluções, readaptar o concelho aos empresários e a todas as nossas forças vivas e criar mais condições para sermos um concelho ainda mais desenvolvido e agradável para todos os nordestenses e visitantes”.

Na sessão solene comemorativa do aniversário do concelho foi atribuída a Medalha de Mérito Municipal a entidades individuais e coletivas que através do seu trabalho divulgam o Nordeste, em áreas como a cultura, o desporto, na formação de jovens e na preservação de tradições locais. O ex-presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, também foi distinguido pelo município com o título de Cidadão Honorário do concelho.

Na cerimónia estiveram presentes a secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo, a presidente e os membros da Assembleia Municipal do Nordeste, as juntas de freguesia, entidades e instituições locais.