Banco Ajudas Técnicas

Câmara do Nordeste recorre a Banco de Ajudas Técnicas para cedência de cadeira de rodas a pessoas do Nordeste com mobilidade reduzida
 

A Câmara Municipal do Nordeste, através do Banco de Ajudas Técnicas, cedeu uma cadeira de rodas, adaptada a amputados, a um nordestense com mobilidade reduzida.
O Banco de Ajudas Técnicas foi criado por este executivo com o objetivo de emprestar equipamentos a pessoas desfavorecidas ou com problemas de mobilidade.

Atualmente, este projeto tem camas elétricas, cadeiras de rodas, cadeiras sanitárias, andarilhos, manuais escolares, entre outros equipamentos de apoio às atividades da vida diária dos idosos ou de pessoas com menor autonomia.

O projeto tem a parceria da comunidade nordestense emigrante, que através dos encontros organizados nos Estados Unidos e no Canadá angariam fundos para apoiar socialmente o Nordeste, sendo este projeto um destes casos.

Além desta parceria com a comunidade nordestense, também, em 2015, o Banco de Ajudas Técnicas teve o apoio do PRORURAL +, para aquisição de alguns equipamentos destinados a este projeto relevante para o Nordeste e para os mais fragilizados, refere o presidente da autarquia, Carlos Mendonça.

Trata-se de mais uma iniciativa do atual executivo, demonstrativa da preocupação com a melhoria da qualidade de vida e o bem-estar das populações, que recebe o apoio de várias entidades e a orientação do gabinete de Ação Social da autarquia, do Centro de Saúde de Nordeste, da Santa Casa da Misericórdia de Nordeste e do próprio Núcleo de Ação Social local.