Festival Bandas

O vereador do pelouro da Cultura e Desporto, Marco Mourão, representou a Câmara Municipal do Nordeste na comemoração dos 140 anos da Filarmónica Estrela do Oriente, celebrados em mais um Festival de Bandas, o segundo organizado por esta filarmónica, nos dias 15 e 16 de setembro.

Homenagem merecida

O vereador da Cultura começou por deixar um agradecimento a todos aqueles que foram homenageados no âmbito do festival, cujo trabalho com certeza contribuiu para que hoje a Filarmónica Estrela do Oriente esteja a comemorar 140 anos de vida.

“Ao longo dos seus 140 anos, esta instituição pautou o seu trabalho em benefício da freguesia que a viu nascer, promovendo, dinamizando e perpetuando o património musical, não só das gentes da freguesia de Nordestinho e mais recentemente da freguesia da Algarvia, mas também da cultura nordestense e açoriana”, salientou o vereador Marco Mourão.

Referência da cultura local

Passado 140 anos, a Estrela do Oriente continua a ser uma referência da cultura nordestense, difundindo-a pelas ilhas dos Açores, território nacional e até promovendo o Nordeste e os Açores no estrangeiro.

Neste quase século e meio de vida, para além da divulgação do património cultural do Nordeste, a Estrela do Oriente tem assumido um papel essencial no enriquecimento cultural e até social da população, nomeadamente da população mais jovem, ao transmitir-lhes o gosto pela música e pela cultura local, além de valores e de ensinamentos para o seu crescimento enquanto pessoas.

Por todo o seu dinamismo, trabalho realizado junto das várias gerações de nordestenses, pela divulgação, promoção, enriquecimento da cultura Nordestense e pela importância no panorama cultural do concelho, a Filarmónica Estrela do Oriente viu o seu trabalho reconhecido com a atribuição da Medalha de Mérito Municipal pela Câmara Municipal do Nordeste, em 11 de julho de 1994, e, mais recentemente, após certamente muitos outros reconhecimentos, a propósito dos seus 140 anos, a Assembleia Municipal aprovou, por unanimidade, um voto de congratulação a 6 de fevereiro do corrente ano.

O vereador da Cultura felicitou a instituição pelo segundo Festival de Bandas realizado, ao partilhar as suas comemorações com outras coletividades do mesmo ramo e assim presentear todos quanto gostam desta expressão artística.

“Os nordestenses apreciam as filarmónicas, e prova disso é que num concelho com as dimensões do nosso e com cerca de cinco mil habitantes, termos três filarmónicas em plena atividade e com a qualidade que apresentam só pode ser fruto e o reflexo deste gosto que a nossa população tem pela música”, disse.

Proteção das filarmónicas é um dever

Marco Mourão terminou a intervenção dizendo que as nossas filarmónicas, Estrela do Oriente, Eco Edificante e Imaculada da Conceição, por tudo o que representam para o nosso concelho merecem e é dever de todos os nordestenses, onde logicamente se inclui o município, que lhes seja dado todo o apoio, carinho e proteção e é nesse sentido que a Câmara Municipal de Nordeste assume uma parceria com estas nossas instituições proporcionando-lhes, dentro das nossas possibilidades, as condições para que possam desenvolver o seu trabalho.