Lomba D’El Rei

PRC 38 SMI
Categoria: Circular
Dificuldade: Médio
Extensão: 4.5 km
Tempo Médio: 2

 
Percurso

O percurso tem início junto à igreja de N.ª S.ª do Rosário, situada no centro da freguesia. Contorne a igreja pelo lado esquerdo e, ao fim de 300 metros, vire à esquerda por um caminho de terra batida, voltando de seguida à direita, para a encosta do Moio de Baixo. Aqui irá subir por um trilho, ladeado de vegetação composta maioritariamente por Canas (Arundo donax), Faia da Terra (Morella faya) e a endémica Urze (Erica azorica).

Chegando a uma das zonas mais elevada deste percurso, é possível desfrutar da vista para a freguesia dos Fenais da Ajuda, a Oeste e a Freguesia da Achada a Este.
Continue a andar, passando por terras de lavradio, até encontrar um desvio à esquerda que começa a descer até à foz da ribeira do Lenho. Ao longo desta descida, a vegetação predominante é composta por Incenso (Pittosporum undulatum), Fetos (Athyrium filix femina) e, junto à ribeira, Urze (Erica azorica).

Atravesse o curso de água e continue por uma estrada de asfalto, com a ribeira do seu lado direito. Ao fim de uma ligeira subida o caminho continua à direita, local onde se encontram as ribeiras do Lenho e Caldeirões, onde vai poder disfrutar das ruínas de uma azenha e ficar junto à base de uma das pontes mais elevadas da via-rápida do Nordeste.

Daqui o caminho prossegue por entre uma mata de Criptomérias (Cryptomeria japonica), até chegar ao topo da Lomba D’El Rei, onde deverá entrar num caminho asfaltado que irá passar por cima da via-rápida do Nordeste. Após transpor a via rápida, vire à esquerda por um atalho que passa a antiga Fonte Velha e diversos tanques de água que outrora serviram os habitantes locais.

Prossiga a caminhada por um caminho de terra batida que irá conduzi-lo ao jardim da Eira Velha, atual Rua Formosa, que desce até à igreja onde demos início ao percurso.

(Fonte: http://trilhos.visitazores.com/)

 

Folheto do trilho: Terras D’El Rei