Lomba da Fazenda

Logo a seguir à sede do concelho, a Lomba da Fazenda apresenta o maior povoado e nível de desenvolvimento. Durante muitos séculos o rendimento das famílias da Lomba da Fazenda foi retirado do cultivo das terras: do milho e do trigo essencialmente, e, com o decorrer dos anos, do cultivo de um pouco de tudo.

O nome da freguesia vem precisamente de uma fazenda agrícola que aqui possuía a família donatária da ilha de São Miguel.

Com o passar dos tempos, o cultivo do milho e do trigo foi sendo abandonado, mas prevaleceram outras culturas em muito menor quantidade e muitas delas quase exclusivamente para consumo familiar, como sejam a batata, o feijão, a fava e a vinha, passadas de geração em geração. Hoje é a pecuária que sustenta grande parte da economia da freguesia, ocupando grandes extensões de mato virgem e os terrenos agrícolas de outros tempos.

Pão e doces tradicionais

Um pouco da tradição do cultivo da terra e das vivências de outros tempos ainda se encontram presentes num ou outro sector da economia da freguesia. A panificação, com a confecção do pão caseiro, tão cobiçado por toda a ilha, é um das produções tradicionais recuperadas. Mãos laboriosas, dão continuidade ao modo tradicional de confecção do pão de milho e de trigo, da massa sovada, do bolo do forno e dos biscoitos.

O turismo em espaço rural é outro sector que alia a vivência de outros tempos à modernidade. A Lomba da fazenda foi das primeiras freguesias do concelho a recuperar património imóvel para o turismo de habitação, possuindo hoje um aldeamento turístico de qualidade.

O templo da freguesia, cuja última remodelação remonta a 1918, foi erigido em nome de Nossa Senhora da Conceição.

Junta de Freguesia

Presidente: Rafael Moniz Vieira

Estrada Regional Largo da Igreja

9630 -100 Lomba da Fazenda

Tel.: 296 486 103

E-mail: